24/08/2016

Curso de controle da salmonela em alimentos é realizado na sede do Ital, em Campinas

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio do Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital), realizou um curso para ensinar o uso correto de uma ferramenta de controle da salmonela na produção industrial de alimentos, entre os dias 1º e 5 de agosto de 2016, na sede do Instituto, situada em Campinas, SP. 

Sob a coordenação técnica da pesquisadora Margarete Okazaki, do Centro de Ciência e Qualidade de Alimentos (CCQA), do Ital, e de Juliane Dias, da empresa Flavor Food, o curso abordou a aplicação do Sistema de Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle (APPCC) nas etapas de processos produtivos de alimentos, além de enfatizar a importância do controle na segurança de alimentos, no contexto nacional e internacional. 

O sistema utiliza uma metodologia preventiva, com o objetivo de evitar potenciais riscos de contaminação nos alimentos que podem causar danos aos consumidores. “Resumidamente, pode-se afirmar que é uma ferramenta que objetiva prevenir, reduzir ou eliminar os perigos potenciais associados ao consumo de alimentos, podendo ser aplicada em qualquer etapa da cadeia produtiva de alimentos ”, afirmou Margarete.   

“Além disso, a identificação dos “perigos potenciais” nas etapas ou pontos específicos de um determinado processo produtivo de alimentos possibilita um controle mais eficaz no processo como um todo, melhorando consequentemente o nível de segurança do produto final em termos de inocuidade”, complementou Juliane Dias. 

Durante o curso, os alunos realizaram atividades práticas e técnicas para identificar todos perigos de matérias-primas e etapas de processo, com o intuito de garantir a inocuidade do produto final até sua chegada ao consumidor, o que é uma habilidade de extrema importância para quem trabalha na indústria de alimentos. O conhecimento sobre a legislação de alimentos e a atualização científica também foram estimulados.

De acordo com o secretário de Agricultura, Arnaldo Jardim, a parceria dos institutos de pesquisa da Secretaria com as indústrias do Estado de São Paulo e do Brasil é importante para o desenvolvimento de produtos com maior qualidade para o consumidor. “Garantir a saudabilidade dos alimentos e transferir conhecimento ao produtor são algumas das diretrizes do governador Geraldo Alckmin”, comentou.

O curso contou com a participação de profissionais de vários Estados do Brasil atuantes nos diversos segmentos produtivos de alimentos. 

O CCQA é um centro de excelência capacitado para desenvolver pesquisas e projetos de grande interesse nas áreas de ciência e tecnologia de alimentos, além de prestar assessoria técnico-científica a toda cadeia produtiva do agronegócio.