24/03/2016

Sorvete livre de lactose é testado no Ital

A Secreria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo por meio do Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital), realizou os primeiros testes no Brasil com sorvete do tipo “Soft”, livre de lactose. O produto foi degustado por cerca de 15 pesquisadores e foi avaliado quanto sua textura, sabor e cremosidade.

O produto, tem como seu principal ingrediente o isolado proteico de tremoço fabricado na Alemanha, que utiliza a tecnologia desenvolvida pelo Instituto de E ua produção foi realizada na planta-piloto de sorvetes, desenvolvido pelo Centro de Engenharia de Processamento e Embalagem Fraunhofer IVV, da Alemanha, e s de Tecnologia de Laticínios (Tecnolat), do Ital. 

“Além da presença da proteína, a mistura é rica em gorduras insaturadas, cuja tecnologia de incorporação à mistura também foi desenvolvida sem uso de processos de secagem. Para o consumidor, significa o produto com maior saudabilidade”, explicou o Diretor Geral do Ital, Luis Fernando Ceribelli Madi. 

O diretor do Instituto explicou que os testes avaliam as características do produto estão diretamente ligadas à funcionalidade do isolado proteico, o qual é modificado durante o processo de extração. “O fato de apresentar uma excelente produtividade e não ser geneticamente modificado, fez com que o tremoço (Lupinus angustifolius) obtivesse uma boa aceitação no mercado europeu e apresenta grande potencial para cultivo no Brasil’, finalizou Madi. 

As instituições públicas de pesquisa, como o Ital, são essenciais para o desenvolvimento científico e tecnológico das empresas. Os desenvolvimentos de produtos inovadores, como este, impulsionam o crescimento da indústria de alimentos e bebidas brasileira, destacou o Secretário de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim.  “O Ital, com suas políticas de parceria e transferência de tecnologias para o setor privado, foi decisivo para a configuração de um sistema agroindustrial no país. Garantir a saudabilidade dos alimentos é uma das diretrizes estabelecidas pelo governador Geraldo Alckmin”, disse.