12/01/2016

Primeiro leite de soja do país é desenvolvido no Ital

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio do Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital) desenvolveu o primeiro leite de soja do Brasil “Vital” e gerou também a tecnologia para a fabricação do leite de soja em pó, aproveitando o processo de extração da proteína da soja para o leite na forma líquida. 

Segundo o Diretor Geral do ITAL, Luis Madi, desde sua criação, o Ital pesquisa formas de introduzir na dieta dos brasileiros produtos com alto valor nutricional. Nessa busca, uma das áreas pioneiras é a das pesquisas para obtenção de produtos de soja com características que os tornem compatíveis com hábitos alimentares dos brasileiros. 

“Se hoje vemos as gôndolas dos supermercados com várias opções de leite, sucos, carne e diversos outros produtos à base de soja, isso se deve, em grande parte, ao trabalho do ITAL que demonstra a capacidade tecnológica do país para o processamento adequado da soja, de maneira a introduzi-la na alimentação do brasileiro, melhorando o nível de nutrição proteica da população gerando maior aproveitamento econômico dessa riqueza agrícola.”, explicou Luis Madi. 

Leite de soja, farinha de soja, integral ou desengordurada – para enriquecimento de pães, biscoitos e macarrão -, proteína texturizada para produtos cárneos como bolinhos e hambúrguer, soja frita ou torrada, soja preparada como feijão e molho de soja são alguns dos produtos que podem ser feitos a partir da soja, e que foram testados nos laboratórios do Ital, destacou o diretor. 

A tecnologia desenvolvida pelo ITAL foi transferida para diversas empresas nacionais e tornou-se um sucesso de mercado, sendo um produto feito no Brasil para os brasileiros, ressaltou o secretário de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim. “Contar com a excelência do Ital na área de Ciência e Tecnologia  é um prestígio para o Estado de São Paulo e Brasil.