11/11/2015

Ensaio sobre composição de bisfenol A em alimentos é realizado pelo Ital

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento, por meio do Centro de Tecnologia de Embalagem (Cetea), do Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital), realizou um ensaio de migração específica de “bisfenol A”, de acordo com o método CEN/TS 13130-13, do Comitê Europeu de Normatização, com o objetivo de simular a reação da substância em alimentos e bebidas.  

O bisfenol é utilizado na produção de resinas epóxi que são aplicadas no envernizamento interno e externo de latas de alimentos, na produção de policarbonato, resina com aplicações em mamadeiras, garrafões de água e na preparação de selantes e resinas dentárias. 

A aplicação dessa substância em alimentos deve ser controlada para evitar sua migração para o alimento acondicionado.  A presença de bisfenol A pode ocorrer caso a reação de polimerização seja incompleta. Por isso, as embalagens e recipientes confeccionados com materiais que contenham essa composição em sua formulação devem ser avaliados para verificar o potencial de migração desse composto. 

O Diretor Geral do Instituto, Luis Madi, explicou que a complexidade e o caráter técnico dos produtos químicos podem dar margem à aparição e propaganda de informações incorretas a respeito desta questão. “Esse exemplo pode ser evidenciado na prática pelos inúmeros pedidos para a realização do ensaio de migração específica de bisfenol A em materiais como poliamida, polietileno, polipropileno e polietileno tereftalato, que não possuem a substância em sua formulação”. 

O Secretário da Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim, destacou os trabalhos realizados pelo Ital contribuem para a disseminação de informações de extrema importância para a sociedade, meio ambiente, indústrias, setor acadêmico e a comunidade de científica do Estado de São Paulo e Brasil. O secretario acrescentou que ações como esta alinham-se às diretrizes estabelecidas pelo governador Geraldo Alckmin.