10/08/2015

Ensaios para quantificação e viabilidade de microrganismos probióticos em produtos alimentícios e farmacêuticos são realizados pelo ITAL

Para atender a necessidade de comprovação da eficácia de alimentos probióticos, a Secretaria de Agricultura de Agricultura e Abastecimento, por meio do Laboratório de Microbiologia do Centro de Tecnologia de Laticínios do Instituto de Tecnologia de Alimentos (Tecnolat/ITAL) se especializou na quantificação seletiva de diferentes grupos de bactérias lácticas e microrganismos probióticos utilizados para fabricação de alimentos funcionais e produtos farmacêuticos.

O secretário de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim, ressaltou que esse serviço atende a uma demanda tecnológica de alto nível da indústria, e os resultados trazem benefícios para a sociedade e principalmente para o consumidor. “Essa é uma determinação do governador Geraldo Alckmin em garantir a qualidade dos nossos alimentos, produtos os quais são indispensáveis para garantir a qualidade de vida da sociedade”. 

De acordo com a pesquisadora responsável pelo laboratório, Fabiana Trento, o laboratório também realiza testes de resistência desses microrganismos à acidez e à presença de sais biliares, simulando sua passagem pelo trato gastrointestinal humano. 

Há uma grande preocupação das empresas em avaliar a viabilidade destes microrganismos para assegurar que as informações contidas em seus rótulos sejam verdadeiras. O Centro de Tecnologia de Laticínios do Ital, se preparou para atender à essa demanda, consciente de sua missão de garantir a segurança dos alimentos e fornecer assistência tecnológica à indústria”, destacou a pesquisadora Fabiana Trento.