05/09/2011

Pesquisadora do ITAL ganha prêmio ABRE da Embalagem Brasileira

#foto02#A pesquisadora do Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL-APTA, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo), Eloisa Elena Correia Garcia, recebeu no dia 01 de setembro, o prêmio ABRE da Embalagem Brasileira 2011 na categoria Personalidade do Ano. Essa categoria da premiação buscou homenagear, o profissional que mais se destacou no setor de embalagem no ano de 2010 e 2011. Eloisa Garcia é graduada e mestre em Engenharia de Alimentos pela Faculdade de Engenharia de Alimentos na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Atua no Centro de Tecnologia de Embalagem (CETEA-ITAL), desde 1983, é Gerente Técnico dos grupos de Embalagens Plásticas, , e de Meio Ambiente . Além disso, atualmente, faz parte da diretoria do ITAL. Entre suas principais linhas de atuação estão, dentro das embalagens plásticas, pesquisa e assistência tecnológica nas áreas de desenvolvimento de embalagem, de avaliação do potencial de interação embalagem com o produto e sobre legislação de embalagem e segurança de alimentos. Coordena, ainda, a linha de pesquisa em Estudos de Avaliação do Ciclo de Vida de produtos e embalagens-ACV, tendo como princípio sua aplicação na gestão para melhoria ambiental contínua de produtos e processos. Junto com outros pesquisadores do Cetea, nos últimos dois anos, Eloisa participou do acompanhamento e orientação da melhoria ambiental de produtos do projeto “Sustentabilidade de ponta a ponta”. Nesse projeto foram analisadas todas as etapas do ciclo de vida dos produtos, com base em princípios da ferramenta de Avaliação do Ciclo de Vida – ACV. O trabalho, premiado, verificou a interação do produto com o meio ambiente desde a extração dos recursos naturais como as matérias-primas, até a disposição final do produto analisando, inclusive como ele foi transportado, usado, consumido e descartado. A escolha do premiado para a categoria “Personalidade do Ano” do prêmio ABRE é feita por indicações de profissionais do setor sugeridas pelos Conselhos de Administração, Fiscal e Representativo da ABRE, que passam por análise e seleção da comissão julgadora do evento. Segundo a ABRE, o prêmio tem como objetivo incentivar o desenvolvimento da indústria e do design nacional, além de ser uma oportunidade para divulgar as inovações criativas e as soluções tecnológicas da área de embalagens.